Conheça os benefícios da flexibilidade de recursos da TI
Gestão Home

Conheça os benefícios da flexibilidade de recursos da TI

conheca-os-beneficios-da-flexibilidade-de-recursos-da-ti

Não é de hoje que mudanças constantes fazem parte do dia a dia das empresas. O ritmo acelerado das inovações tecnológicas, associado à evolução dos hábitos dos consumidores, formam um mercado em constante transformação.

Essa realidade exige uma característica especial por parte das organizações: a adaptabilidade — a capacidade de responder de forma rápida e precisa às novas tendências é o que mantém um negócio alinhado às demandas e garante a sua competitividade.

Um dos grandes pontos que contribuem com essa adaptabilidade das empresas é a própria tecnologia. Hoje, cada vez mais, a flexibilidade de TI, dos seus recursos e soluções mostra como é importante a tecnologia ser desenvolvida para evoluir conforme as mais variadas necessidades de uma empresa. Isso reflete em uma maior eficiência nos processos e torna a TI um dos pilares para o sucesso operacional.

Quer entender mais sobre os benefícios da flexibilidade de recursos de TI e como isso afeta os processos da sua empresa? Então continue lendo o post de hoje!

Otimização na utilização dos recursos tecnológicos

Fato é que avanços são constantes quando o assunto envolve o mercado empresarial. O surgimento de novos conceitos, novas demandas, bem como o aumento delas, impulsiona as organizações a reforçarem sua atuação e a manter e atingir bons resultados.

A TI, como vimos, é um elemento de extrema relevância do cenário atual, no qual esta deixa de ser apenas um setor de informática, e passa a ocupar uma posição de destaque dentro da estratégia de negócio na maior parte das empresas que a utilizam.

Contudo, para que isso realmente ocorra, todos os recursos e ativos de TI devem trabalhar de forma totalmente alinhada às necessidades da empresa, caso contrário, este importante setor pode ser subutilizado e/ou onerar demasiadamente as operações.

Por esse motivo, muitos gestores e líderes, ainda não conseguem visualizar todas as vantagens da inclusão da TI em um negócio. Isso ocorre, muitas vezes, por que a gestão da inovação não foi bem planejada, o que leva ao falso pensamento de que ativos de TI são gastos e não investimentos.

O compartilhamento de infraestruturas de TI como reflexo da flexibilidade de seus recursos

Hoje, tecnologia não é mais um luxo nas empresas. Tanto não o é, que está presente em todos os tipos de negócios. O poder de otimização dos recursos tecnológicos é tão grande que todas as empresas, dentro das suas possibilidades, desejam inovar suas infraestruturas e contar com as mais modernas tendências do mercado.

Afinal, qual organização não quer aumentar a produtividade, otimizar processos, ser mais competitiva, melhorar a qualidade dos produtos e, ainda, reduzir custos? Difícil responder, não é mesmo?

Porém, embora o processo de acesso às tecnologias esteja se democratizando, ainda pode ser muito oneroso para certos tipos de negócio arcar sozinhos com os custos de aquisição e manutenção de uma infraestrutura de TI própria.

A importância da computação em nuvem

Neste contexto, tem crescido a tendência de compartilhamento de infraestrutura, especialmente com a difusão e aprimoramento da cloud computing e suas vantagens — mas o que isso tem a ver com flexibilidade de TI? Você deve estar se perguntando. Explico:

Graças à flexibilidade da TI e da computação em nuvem, hoje, os mais diversos tipos de empresas podem ter acesso a modernas soluções computacionais, de maneira apropriada às suas necessidades/possibilidades.

A flexibilidade permite não apenas moldar a quantidade de recursos contratados, mas também a qualidade e especificidade de cada ativo. Assim, por exemplo, se a demanda é por armazenamento de dados, apenas esse serviço pode ser contratado. Ou se a demanda é para rodar algum software ou sistema, o hardware necessário pode ser contratado, em acordo com a demanda exigida.

Toda essa flexibilidade acaba por influir positivamente na forma coma as empresas organizam seus orçamentos. Pois, a partir de modelos de infraestrutura compartilhada, todos os custos se tornam previsíveis, permitindo que o negócio se programe melhor financeiramente — um benefício e tanto para pequenas empresas que possuem um orçamento mais restrito.

Apoio à inovação

Outro grande benefício da flexibilidade é o fortalecimento da inovação. Como vimos, a tecnologia já se tornou um elemento de otimização acessível para grande parte dos negócios.

Graças a essa acessibilidade, as organizações podem inovar com mais segurança, alocando menos recursos financeiros em soluções de TI e, ainda assim, conseguindo manter um cronograma de inovação satisfatório.

É importante destacar que essa inovação é extremamente necessária, posto que, a crescente externalização de serviços, faz com que o mercado evoluisse para modelos compartilhados de infraestrutura.

Isso, em parte, se deve ao grande aumento de fluxo de dados e informações, com a virtualização dos mais diversos serviços, o que exigirá muito mais recursos computacionais das empresas e, consequentemente, ocasionarão mais gastos com aquisição de hardwares, custos com energia e pessoal especializado para gerenciar estruturas mais robustas e complexas.

Em contrapartida, as empresas que estão atentas às inovações, já a fazem como parte da cultura interna do negócio, adotando medidas para melhorar e reduzir custos como os citados.

Grande vantagem competitiva

A partir do momento que os gestores e gerentes de TI conseguem adaptar a estrutura de TI às necessidades do negócio, reflexos como eficiência, produtividade e aumento na qualidade dos processos são facilmente percebidos.

Todas essas vantagens são convertidas em um diferencial competitivo, elevando o nível de atuação da empresa a outro patamar.

A redução da utilização de processos lentos e burocráticos, a substituição de recursos humanos por sistemas automatizados, capazes de agilizar o fluxo de atividades e torná-lo menos suscetível a erros e interrupções, são alguns exemplos de como esse diferencial competitivo é alcançado.

Por fim, a flexibilidade de TI é, notadamente, uma característica altamente vantajosa para as organizações. Por meio dela, por exemplo, é possível ter os melhores serviços e soluções de forma totalmente ajustada às necessidades, evitando gastos desnecessários e o desperdício de recursos.

Então, gostou do post? Quer se manter informado sobre as principais tendências do mercado de TI? Siga a nossa empresa nas redes sociais e fique por dentro das maiores novidades. Estamos no Facebook LinkedIn!

 

Você também pode gostar
sac-30-como-tornalo-integrado-aos-negocios.
SAC 3.0: como torná-lo integrado aos negócios?
outsourcing-de-ti-entenda-como-pode-ser-uma-boa-opcao-para-seu-negocio
Outsourcing de TI: entenda como pode ser uma boa opção para seu negócio
veja-por-que-voce-deve-automatizar-as-atividades-rotineiras-da-ti.jpeg
Veja por que você deve automatizar as atividades rotineiras da TI

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This