De que maneira os processos de TI facilitam as rotinas operacionais de uma empresa?
Home

De que maneira os processos de TI facilitam as rotinas operacionais de uma empresa?

A tecnologia é o coração de praticamente qualquer empresa. Suas melhorias impactam tão positivamente as rotinas de um negócio que é impossível pensar em sucesso sem investir em avanços tecnológicos. Nesse contexto, os processos de TI são fundamentais, pois alavancam as rotinas operacionais, garantindo a otimização de seu funcionamento.

Em todas as áreas, a padronização de processos e rotinas facilita a atuação da empresa, ao passo que garante a maior redução de custos possível. Assim, ela abre espaço para competitividade, crescimento e qualidade. 

Pode-se dizer que a TI ajuda a integrar melhor as pessoas, os processos, os setores e as estruturas, garantindo que toda a empresa atue de forma compassada e aproveite o máximo de seu potencial. Quer entender como isso acontece? Acompanhe este artigo!

Como a TI ajuda na otimização de processos?

A tecnologia é a mãe da inovação. As formas antigas de realizar as atividades mais rotineiras ganharam contornos totalmente diferenciados com a chegada de recursos simples, que hoje consideramos vitais, mas que foram revolucionários. A título de exemplo, compare:

  • o envio de e-mails à correspondência via Correios;
  • a digitalização de documentos ao envio de faxes;
  • os custos com telefonia à comunicação instantânea por WhatsApp, Skype etc.

Há tantas mudanças quase imperceptíveis que a tecnologia trouxe às rotinas operacionais de uma empresa, que não se pode duvidar de tudo que ela pode fazer em prol da simplificação de processos e rotinas.

O papel da TI na otimização operacional

Com a chegada dos ERPs, os mais diversos setores de uma empresa foram integrados. Assim, a contabilidade não precisa mais esperar por relatórios de venda; tampouco o balanço do estoque necessita perder um tempo enorme dando baixa nos produtos que foram vendidos — tudo acontece de forma integrada.

No front de gestão, os softwares de BI trouxeram uma visão sistêmica das equipes que um gestor nunca teria sem eles. Além disso, eles facilitam a tomada de decisão, na medida em que mostram dados de volume de negócios por colaborador, região, produto, além de um sem-fim de visões.

Tudo isso favorece a atuação integrada e otimizada de um negócio, pois engaja todos os colaboradores e contribui para aumentar sua sensação de pertencimento e comprometimento com os resultados.

Qual a influência dos processos de TI nas rotinas operacionais?

Nada pode chegar a um resultado ótimo se não tiver um processo bem definido e apoiado pela tecnologia. A estruturação de procedimentos padronizados é a chave para a melhoria contínua.

Os prejuízos da falta de processos padronizados

Imagine que uma atividade rotineira, mas com um nível de complexidade intermediário, não conte com um processo bem alinhado. Hoje, ela pode ser feita pelo caminho A; amanhã, pelo B. Qual dos dois é o mais eficiente? Qual gera mais custos operacionais? Qual garante a segurança da operação?

Além disso, o excesso de atividades manuais prejudica a eficiência dos processos e desmotiva os executores. O que poderia ser feito em um minuto pode levar horas, sem a tecnologia. Nesse quesito, a TI exerce um papel estratégico, porque é ela quem confere agilidade aos processos, identifica e corrige falhas na execução.

As boas práticas aproveitadas da metodologia ITIL

Veja você o exemplo da metodologia ITIL: ela trouxe governança e rompeu as barreiras da área de informática, transformando as bases de atuação das empresas, orientando e hierarquizando processos, sempre com foco na máxima qualidade da atuação corporativa.

Ao ser incorporada ao todo do negócio, ela beneficiou sua atuação, por:

  • reduzir riscos;
  • melhorar a qualidade;
  • aumentar a satisfação dos clientes.

Por hierarquizar a atuação e definir claramente responsabilidades, ela solucionou conflitos e contribuiu para cada colaborador cumprir efetivamente sua função, sem esquecer do que faz parte.

Qual a relação da TI com a integração de uma empresa?

Tudo isso de que tratamos pode ser resumido em um conceito: TI estratégica. Se antes o setor de informática era o suporte ao negócio e se limitava apenas a fornecer e manter redes e sistemas funcionando, hoje, a TI participa das decisões que definem os rumos do empreendimento.

À medida que delineia formas melhores de atuação e que incorpora seus conhecimentos e seu aprendizado às diversas rotinas da empresa, ela se torna um organismo inteligente e parte integrante da tomada de decisão estratégica.

Exatamente por isso a integração é um ponto de maior relevância. Um dos grandes problemas das empresas é a desconexão entre pessoas e setores. Enquanto um está mais engajado com os resultados, o outro pode focar na burocracia e, assim, andar em sentido diverso. Em vez disso, o ideal é que atuem plenamente conectados, dividindo interesses e se apoiando mutuamente. E quem é o maior responsável por isso? A TI.

Por meio dela, o setor financeiro deixa de ter uma visão estreita de números e passa a enxergar metas. A área comercial não se preocupa em fechar negócios sem critério, mas observa com cuidado a conformidade. A amálgama de toda a empresa são as ferramentas da TI, que fazem interface entre as diferentes áreas, ampliando sua percepção do que realmente é importante e benéfico para todos.

Como o gestor de TI pode atuar a favor dessa integração?

O gestor de TI deve entender que não é mais um executor da tecnologia dentro da empresa. Ele é um maestro, que atua para compassar o trabalho de todos. Sua visão precisa ser ainda mais ampla que a dos demais, pois ele é quem tem nas mãos as ferramentas para concretizar essa integração, enxergando o que é comum ao todo.

Os processos de TI devem buscar excelência e atualização constante, e o seu foco precisa ser na operação, e não na área de tecnologia propriamente dita. Ela existe para fazer com que as rotinas sejam melhoradas, os setores se integrem e o resultado seja alcançado com o menor custo possível.

De nada adianta se isentar da responsabilidade sobre os resultados: é a definição de processos que simplifica e otimiza a atuação conjunta das diferentes áreas do negócio. Na rotina diária de compra de material de limpeza a TI está presente.

Na gestão sistêmica do negócio também. Somente ela pode mostrar a cada nível hierárquico sua parte de responsabilidades sobre o todo, transformando a empresa em um organismo único.

A importância dos processos de TI é crescente, e esse quadro não deve se modificar no futuro. O papel da tecnologia tende a ser cada vez mais estratégico.

Para saber como é possível maximizar os resultados de uma empresa por meio das ferramentas de TI, baixe nosso e-book gratuito e completo sobre metodologia ITIL!

Você também pode gostar
afinal-como-o-big-data-pode-ser-usado-para-personalizar-um-atendimento-ao-cliente
Afinal, como o Big Data pode ser usado para personalizar um atendimento ao cliente?
Veja o que atende melhor o seu negócio: cloud híbrida, pública ou gerenciada
como-uma-ti-bem-estruturada-alavanca-as-vendas-de-um-ecommerce
Como uma TI bem estruturada alavanca as vendas de um e-commerce?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This