Governança de TI: a chave para agregar valor ao seu negócio
Gestão Home

Governança de TI: a chave para agregar valor ao seu negócio

governanca-de-ti-a-chave-para-agregar-valor-ao-seu-negocio

Atualmente, a tecnologia já possui um papel estratégico para vários negócios. Seja na indústria, no comércio ou mesmo em empresas de saúde, soluções de TI auxiliam profissionais a terem uma rotina ágil, sem erros e com alta integração.

Na indústria, por exemplo, profissionais conseguem aumentar o nível de automação e reduzir custos. Já no comércio, a possibilidade de analisar dados e prever tendências tornou sites de e-commerce mais competitivos e as suas estratégias de marketing mais lucrativas.

Pouco a pouco, as novas ferramentas de TI também facilitam a flexibilização das rotinas internas de uma empresa. Isso tem ocorrido de várias formas, como os ganhos de mobilidade no dia a dia de profissionais e o aumento da capacidade de resposta às demandas do mercado.

Nesse cenário, a governança de TI possui uma grande importância para o negócio. As rotinas utilizadas por gestores para otimizar processos, alinhar estratégias e eliminar erros tornam a infraestrutura do setor mais eficaz. E, ao planejá-las de acordo com os objetivos de cada área, a empresa agrega valor aos serviços que dependem da tecnologia.

Técnicos conseguem integrar sistemas ao dia a dia de cada equipe. Além disso, todos podem atuar com alta performance e qualidade. Quer saber mais sobre o tema? Então confira abaixo como a governança de TI pode auxiliar a sua empresa a atingir melhores resultados!

O que é a governança de TI

A governança de TI pode ser definida como um conjunto de estratégias voltadas para alinhar as políticas de manutenção de equipamentos, segurança digital e qualidade com os objetivos do negócio e os padrões do mercado. Em busca dessa meta, canais de comunicação entre o setor de TI e outras áreas são abertas e as rotinas dos técnicos passam a ser direcionadas de acordo com as necessidades de usuários.

Bem implementada, a governança de TI agregará valor à infraestrutura da área, reduzirá custos e tornará equipamentos e sistemas mais confiáveis. Todos os profissionais atuarão por meio de mecanismos eficazes, que evitam o desperdício de recursos e tornam o dia a dia do setor de TI mais eficaz.

Como o alinhamento de estratégias entre o setor de TI e o resto do negócio afeta a competitividade da empresa

Para atuar de forma estratégica, a governança de TI possui como base o alinhamento de estratégias do setor com todas as outras áreas da empresa. Essa abordagem elimina custos e melhora o direcionamento de todas as rotinas internas, uma vez que a infraestrutura será moldada para facilitar a conquista de objetivos de médio e longo prazo do negócio.

Esse processo de alinhamento possui uma série de etapas. Primeiro, o gestor de TI define canais de comunicação entre o setor e outras áreas. Isso criará uma maior integração entre diferentes áreas, reduzindo conflitos e eliminando problemas durante a troca de informações.

Ao mesmo tempo, o setor de TI deve conhecer todas as necessidades de cada área e identificar como o seu trabalho pode auxiliar na resolução de problemas. Se a empresa necessita de um time mais integrado e com melhores estratégias de gestão, por exemplo, o empreendimento pode adotar ferramentas de gestão (também conhecidas como sistemas ERP).

Por outro lado, se a companhia necessita de uma rotina com maior flexibilidade e mobilidade, o time de TI deverá incentivar a adoção de soluções de cloud computing. Elas tornam mais simples os processos internos e permitem que profissionais acessem recursos independentemente do local em que se encontram.

Em outras palavras, o time de TI deve verificar como a companhia pretende se posicionar no mercado e, a partir disso, avaliar a melhor forma de estruturar as políticas de TI. Isso poderá ser feito modificando políticas de segurança digital, criando novas rotinas de manutenção preventiva e implementando indicadores voltados para o rastreamento das falhas e pontos que necessitam de otimização na infraestrutura de TI do negócio.

Agregando valor e tornando rotinas mais eficazes

A governança de TI afeta todos os procedimentos da empresa. A sua implementação gera impacto em qualquer rotina e permite que o negócio tenha um grande salto de qualidade e competitividade frente aos seus concorrentes.

Os gastos com tecnologia serão otimizados. A aquisição de novas tecnologias será feita a partir da análise precisa do retorno sobre o investimento e a forma como cada solução afetará o dia a dia do negócio. Como consequência, tudo o que for adquirido pela empresa terá um excelente custo-benefício.

A segurança digital também ganha com a governança de TI. Sabendo como os usuários pretendem utilizar a infraestrutura e os serviços disponíveis, o gestor pode direcionar com maior precisão as políticas de segurança e privacidade digital.

Os sistemas utilizados para monitorar recursos terão uma capacidade maior de detectar ameaças. E o planejamento de políticas de controle não trará um impacto negativo nas rotinas de cada usuário, sendo capaz de fornecer o acesso apenas aos recursos necessários.

Já as rotinas de manutenção preventiva serão voltadas para eliminar custos e os riscos envolvidos no dia a dia do negócio. Avaliando como os ativos são utilizados, o negócio é capaz de configurar a infraestrutura de acordo com a maneira como ela será utilizada. Com isso, toda a empresa terá ferramentas de alta performance e confiabilidade para realizar os seus serviços.

Em outras palavras, investir em governança de TI é investir na melhora do nível de competitividade da empresa. Gestores poderão identificar problemas com maior agilidade, melhorar o direcionamento das rotinas de cada profissional de TI e utilizar métricas mais eficazes.

A sua implementação torna a infraestrutura de TI um ativo estratégico. As ferramentas digitais auxiliarão o negócio a buscar os resultados esperados de forma mais inovadora.

Com a integração maior entre times, problemas são solucionados em um prazo menor. E, além disso, as atividades exigirão prazos menores para serem executadas, criando um ambiente de alta performance e inovação em todas as áreas da empresa.

Gostou do nosso post e quer ficar por dentro das novidades do nosso blog sobre governança de TI e demais assuntos da área? Então siga os nossos perfis no Facebook LinkedIn para receber alertas das nossas postagens em primeira mão!

 

Você também pode gostar
Como o SLA pode trazer benefícios para o setor de TI?
como-mensurar-o-roi-dos-processos-de-uma-empresa-de-ti
Como mensurar o ROI dos processos de uma empresa de TI?
veja-por-que-voce-deve-ter-um-suporte-de-ti-efetivo-para-a-sua-empresa
Veja por que você deve ter um suporte de TI efetivo para a sua empresa

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This