O que determina um profissional inovador de TI?
Home

O que determina um profissional inovador de TI?

O profissional inovador de TI é essencial para o sucesso de qualquer empresa. Graças às suas habilidades, uma organização consegue manter-se atualizada, alinhada às mais recentes tecnologias e pronta para encarar a concorrência do mercado.

Mas, afinal, o que determina se uma pessoa é ou não um profissional inovador de TI? Todos os profissionais dessa área deveriam ser inovadores, não é mesmo? Sim, só que nem todos têm essa consciência — e acabam prejudicando o desempenho da equipe inteira.

Neste artigo, vamos mergulhar no tema e desvendar alguns pontos vitais sobre inovação em TI. Ao final da leitura, você entenderá melhor sobre:

  • a importância de um profissional inovador de TI para a empresa;
  • as características e qualidades de um profissional de TI realmente inovador;
  • como o colaborador pode tornar-se inovador de verdade.

Inovação é palavra de ordem para o sucesso. Por isso, não deixe de continuar a leitura e saber mais sobre o assunto!

Qual é a importância de um profissional inovador de TI para a empresa?

A área de TI, claro, depende muito do avanço tecnológico. Porém, o fator humano continua sendo um grande diferencial. Afinal, é o profissional que colocará a empresa a par das tecnologias mais recentes, eficientes e de baixo custo.

Quando inova no setor de TI, o colaborador ajuda a companhia de muitas maneiras. Veja quais são as principais:

  • reduzindo custo em infraestrutura de TI;
  • evitando invasões e ataques de hackers maliciosos;
  • resolvendo problemas e bugs de maneira rápida;
  • alinhando o negócio às demandas do mercado de forma ágil;
  • implementando estratégias de governança;
  • maximizando o custo/benefício das operações.

Perceba como um profissional inovador é capaz de elevar a empresa na qual trabalha para um nível de qualidade melhor. Na prática, isso significa menos custos e mais lucros. Ou seja: os benefícios são para todos.

Quais as qualidades necessárias?

Ser inovador no mundo da TI não é tarefa fácil. É preciso ter habilidades técnicas, complementadas por uma postura aberta e muita disposição para aprender. Abaixo, elencamos as principais características que determinam se o colaborador é realmente inovador e como ele pode adquirir tais qualidades. Acompanhe:

Estar em constante atualização

A velocidade com que a tecnologia muda dificulta bastante a rotina no setor de TI. Isso porque surgem novos frameworks, bancos de dados, hardwares e boas práticas em programação todos os dias.

Tanto dinamismo exige que os profissionais da área estejam em constante atualização. Só assim eles poderão ser considerados inovadores, atendendo ao que o mercado exige.

Por isso, é importante que o profissional faça cursos online, participe de fóruns e tenha alta habilidade em aprender sozinho, por meio de tutoriais e documentação. Ele precisa ser tão rápido quanto a tecnologia e estar atualizado constantemente. Caso contrário, ficará para trás e poderá prejudicar a empresa em que trabalha.

Manter as certificações em dia

No item acima, ficou evidente a importância de o profissional manter-se atualizado. Pois saiba que uma das melhores maneiras de comprovar essa competência é estar com as certificações em dia.

Trata-se de uma espécie de “selo de qualidade” conferido por algum órgão validado. O importante é obter as certificações modernas, dentro das tecnologias do momento, como banco de dados, gestão de processos e projetos, alguma linguagem específica, além de muitas outras opções disponíveis.

Aprender a resolver problemas

Trabalhar em tecnologia da informação significa resolver problemas o tempo inteiro. É o servidor que saiu do ar, o bug que comprometeu o funcionamento do sistema ou o site que não carrega. Tudo isso precisa ser consertado pela equipe de TI.

Para ser inovador, o profissional deve ter capacidade, calma e eficiência para lidar com problemas e situações adversas. É importante conhecer as mais novas metodologias de trabalho e sempre aprender algo novo a cada problema solucionado.

Dessa forma, o profissional evita que o bug ocorra novamente. E, se voltar a acontecer, ele saberá como resolvê-lo de forma ainda mais rápida.

Ter conhecimentos sobre gestão de projetos

Profissionais de TI costumam manter-se focados em questões técnicas e operacionais. Porém, a cada dia que passa, o mercado exige mais e quer que essas pessoas entendam também de gestão — não necessariamente gestão estratégica de empresas, mas de projetos.

Por isso, o profissional inovador adota metodologias ágeis no dia a dia, como Scrum e Kanban, além de ferramentas construídas para melhorar a gestão de projetos. É o caso do Trello e do Jira.

Com esse conhecimento, o colaborador se mostra alinhado às expectativas de mercado. Além disso, tem as habilidades necessárias para desenvolver um projeto de maneira rápida e eficiente.

Estar a par das novidades em segurança da informação

A segurança é o calcanhar de Aquiles para o setor de tecnologia da informação. Todos os dias, surgem novos vírus, malwares, ransomwares e outras estratégias que hackers maliciosos adotam para penetrar em sistemas alheios.

O profissional de TI inovador sabe disso e mantém-se atualizado sobre formas de se evitar invasões. É importante saber quais são os antivírus mais eficientes, as novas técnicas para prevenir injeções e as ferramentas modernas para backup dos dados.

Ao obter esse conjunto de competências e atualizar-se periodicamente, o profissional de TI estará inovando e apto para proteger o sistema.

Participar de eventos e fazer um networking eficiente

Sabe aquela história de que o bom profissional de TI é o que vive o tempo inteiro em frente a uma tela? Trata-se de uma mentira. O colaborador inovador precisa sair do “aquário” e conhecer o mundo “lá fora”.

Por essa perspectiva, quem é inovador frequenta eventos, participa de fóruns presenciais e até mesmo atua como palestrante. Assim, o profissional fica sabendo do que está acontecendo no mundo e quais são as principais tendências.

Saindo do “aquário”, ele cria um networking importante. Esse relacionamento com outros profissionais o ajudará a manter-se atualizado, pois ele terá a quem recorrer quando estiver diante de um grande desafio ou problema no trabalho.

Ser bom em TI significa saber trabalhar em colaboração com as demais pessoas, estar em constante atualização e não ter medo de novidades. É uma vida intensa e que requer muita dedicação. Mas os frutos são excelentes, tanto para o funcionário quanto para a empresa.

Se você curtiu entender melhor as qualidades de um profissional inovador de TI, não deixe de compartilhar este artigo nas redes sociais e ajudar a levar informação a seus amigos. Até a próxima!

Você também pode gostar
sac-30-como-tornalo-integrado-aos-negocios.
SAC 3.0: como torná-lo integrado aos negócios?
entenda-a-importancia-de-um-bom-gerenciamento-de-processos-de-ti-nas-empresas
Entenda a importância de um bom gerenciamento de processos de TI nas empresas
outsourcing-de-ti-entenda-como-pode-ser-uma-boa-opcao-para-seu-negocio
Outsourcing de TI: entenda como pode ser uma boa opção para seu negócio

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This