Saiba como a mobilidade tecnológica vem renovando o mercado
Inovação

Saiba como a mobilidade tecnológica vem renovando o mercado

A mobilidade tecnológica é um dos grandes pilares dessa transformação digital pela qual as empresas de todos os portes e segmentos estão passando. E isso está bastante ligado aos novos comportamentos dos consumidores e aos movimentos do mercado, como um todo.

O que vivemos é um processo de mudança sem precedentes. Com mais tecnologia disponível, as pessoas agora podem levar consigo, aonde forem, as aplicações necessárias para o trabalho e a vida cotidiana.

Em outras palavras, os escritórios não estão mais confinados entre as quatro paredes das empresas. Logo, empresas, empresários, executivos de negócios e de TI devem se adaptar com mais rapidez para aproveitar esse movimento. E é sobre isso que vamos refletir neste artigo.

Continue lendo para entender como a mobilidade tecnológica está renovando o mundo — e como, com ela, é possível melhorar as operações do seu negócio!

A mobilidade tecnológica como o carro-chefe da transformação digital

A consultoria IDC estima que, em 2018, uma em cada nove empresas da América Latina deverá empreender uma estratégia de transformação digital. O Brasil, segundo a mesma consultoria, é responsável sozinho por 45% do mercado regional.

Grosso modo, empresas de todos os portes estão se movimentando (consciente ou inconscientemente) para aproveitar melhor a computação em nuvem, seus recursos e serviços virtualizados. E a mobilidade que a nuvem proporciona é o maior carro-chefe dessa mudança.

Com investimentos significativamente menores do que quando operavam no modo tradicional de computação, os negócios agora podem proporcionar aos seus colaboradores (em todos os níveis da hierarquia) a possibilidade de utilizar dispositivos móveis para trabalhar em qualquer lugar e a qualquer hora.

Softwares, hardwares — enfim, a infraestrutura, em geral, agora fica alocada no datacenter de um fornecedor especializado. Assim, é desse fornecedor a responsabilidade de manter as aplicações e os dados sempre seguros, confiáveis e disponíveis.

Com mais mobilidade tecnológica, os processos são melhor integrados — especialmente entre filiais e parceiros de negócios —, os custos operacionais caem (home office, trabalho remoto em viagem etc.), entre outras vantagens.

Além disso, no mesmo âmbito da mobilidade e da nuvem, a Internet das Coisas também vem crescendo significativamente.

Com ela, qualquer objeto pode ser conectado a sensores, aplicativos e outros tipos de aplicações baseadas na internet, e se tornar inteligente. Diversas máquinas, por exemplo, ganham uma dimensão muito mais moderna, o que eleva os níveis de competitividade corporativa.

Assim, é cada dia mais fácil, simples e barato entregar produtos e serviços mais eficientes aos clientes, seja quanto ao atendimento, venda, SAC etc. E esse poder de inovação trazido pela mobilidade tecnológica ainda é um mar que se revelará muito mais amplo e navegável do que estamos vendo.

Na prática, inúmeros aplicativos estão proporcionando uma experiência nova aos usuários — tanto internos (colaboradores e parceiros) quanto externos (clientes e outros públicos de interesse) —, o que potencializa a competitividade corporativa e abre caminho para uma atuação muito mais digital e inovadora.

Os desafios dos departamentos de TI

Sem dúvida, como tudo o que está relacionado à tecnologia, a mobilidade também traz desafios. E os primeiros a sentirem os impactos desses desafios são os profissionais que atuam diretamente com a tecnologia dentro dos negócios.

Hoje, os gestores de TI e seus liderados agora são convidados (ou intimados?) a ter uma atuação bem mais estratégica. A postura operacional padrão, vista até pouco tempo, já não é mais bem-vista nas empresas, pois agora é preciso estar em constante mudança para se adaptar às inovações e se manter relevante.

Nesse sentido, cabe aos times de TI a busca de soluções e serviços à altura dos objetivos estratégicos das organizações. Firmar parcerias com fornecedores especializados (como consultorias, provedores, empresas desenvolvedoras etc.) e participar das decisões amplas do negócio se tornou uma rotina constante para esses profissionais.

Em suma, a TI sempre estará na dianteira da inovação tecnológica. É para ela que usuários e a alta hierarquia das empresas está olhando; e é dela que, mais do que nunca, se espera os direcionamentos para escalar técnica e estrategicamente.

As principais vantagens da mobilidade tecnológica

No âmbito da gestão tecnológica, a mobilidade também é bastante benéfica. A seguir, veremos quais são as principais vantagens que os gestores de TI percebem ao estruturar uma estratégia de mobilidade tecnológica:

Redução de custos

Contratando infraestrutura, softwares e hardwares no formato de computação em nuvem, os departamentos de TI conseguem proporcionar mobilidade aos usuários ao mesmo tempo em que reduzem custos.

Com as aplicações móveis sendo gerenciadas e monitoradas full time por um fornecedor especializado, os investimentos são melhor controlados, podendo ser mensurados com mais facilidade — além de menores, são mais previsíveis. Afinal, a empresa paga somente pelo que utiliza, em um acordo estabelecido com o provedor.

Rapidez na resolução de problemas

Uma boa estratégia de mobilidade tecnológica por meio da computação em nuvem também facilita a resolução de problemas.

Com a infra e/ou aplicações específicas sendo monitoradas, é possível realizar um trabalho preventivo. Dessa forma, problemas como instabilidade, indisponibilidade, ameaças à segurança da informação, entre outros, são previstos em tempo hábil, o que facilita a formulação de planos de ação para solucioná-los.

Agilidade nas tomadas de decisão

A mobilidade tecnológica também proporciona aos gestores de TI e de negócios mais ferramentas e métodos para decisões ágeis e eficazes. Assim, dispondo da tecnologia em qualquer hora e local, os executivos conseguem reagir melhor aos movimentos do mercado.

Soluções de negócios inovadoras

Por fim, outra grande vantagem das soluções e dos serviços de mobilidade é a facilidade na criação de soluções inovadoras para o negócio, como desenvolver ferramentas de pagamentos móveis para a área comercial ou inserir equipamentos móveis nas áreas de fabricação e back office, por exemplo.

Nesse sentido, tanto o pessoal de TI — que tem mais chances de inovar — quanto as demais áreas estratégicas da empresa são capazes de se reinventar, e isso impacta positivamente no negócio como um todo.

E então, como a mobilidade tecnológica vem sendo tratada na sua empresa? Gostou do nosso post sobre o assunto? Então aproveite agora para compartilhá-lo nas suas redes sociais!

Você também pode gostar
Como aumentar as vendas utilizando 7 tendências tecnológicas
Vantagem Tecnológica: o que é e porque é tão essencial para os negócios?
Compreenda a importância da cultura da inovação no ambiente de TI

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This